sábado, 29 de novembro de 2008

Desafinado

.



Desafinado
(Lou Vilela)

O passado ainda ecoa
em meus tímpanos:
sopra o velho sax
[sua carpideira]
lacrimejando um blues.


.

Um comentário:

Pavitra disse...


soul in
verno astral...