domingo, 11 de janeiro de 2009

Humano

5 comentários:

Hercília Fernandes disse...

“Imbecilidade humana contrapõe-se ao senso”...

Adorei a frase, Lou! Seu poema-processo evidencia a animalidade “não-contida” no homem, capaz de derrubar passaredos e pedras ao longo de seus (des)caminhos...

Parabéns, amiga!

Abraços,
H.F.

rua do mundo disse...

Lou
Lindíssimo!
Bjs

Lou disse...

Adorei o comentário, Hercília! rs Abçs

------------------

Fá, obrigada, guria! Abçs

rua do mundo disse...

menelna
irei abrir um fórum sobre poesia visual na poética e a senhora por favor irá participar, viu?
tá lindo seu trabalho
te gosto muito viu?
bjssss

obs: reativando a poetica por conta do conflito de gaza

Lou disse...

Ok, Fá. A intimação me deixa lisonjeada. É só sinalizar quando abrir. De qq forma, darei sempre uma olhada na poética.

Bjão