sábado, 20 de março de 2010

Sangria

.







* Publicado aqui em 04/05/09. Trazendo-o à tona.

.

17 comentários:

james p. disse...

Querida Lou,um gozo para os olhos e para a mente.Mais uma vez,parabéns por sua poesia ,que é tão magistral,anos luz de tantos balbucios que vemos por aí.Grande abraço.

Cosmunicando disse...

a poesia que não estanca, hemorrágica... belo!
beijos

Mirse disse...

LINDO D+++++++


PARABÉNS, Lou!

Bela poesia-arte!

Beijos

Mirse

nina rizzi disse...

pois... ver-te pra mim é pretérito-impefeito e pior
: metafísico

belo texto :)
beijo.

romério rômulo disse...

muito bom,lou.
um abraço.
romério

Úrsula Avner disse...

Querida Lou, voce imprime uma marca muito pessoal ao que escreve, sempre com criatividade, arte e beleza poética. Obrigada por seu carinho. Bjs floridos.

Taninha Nascimento disse...

Oi, Lou!

Viva a PALAVRA!

Bacana, gostei!

Taninha

Aline Christal disse...

Lou, seu poetar é pura nudez como o proprio titulo do blog sugere...

...amei!

Lou disse...

Prezados amigos (James /Mê / Mirse / Nina / Romério / Úrsula e Taninha),

Cá estou para agradecer-lhes pelo carinho e pelos gentis comentários. Desculpem-me a demora, mas o acúmulo de atividades tem limitado o meu tempo.

Um grande abraço em todos,
Lou

--------------

Aline,

Obrigada pela visita! Bem vinda ao Nudez Poética! :)

Bjs,
Lou

Úrsula Avner disse...

Oi Lou,

gosto muito das suas poesias visuais... Esta ficou linda e muito expressiva. Bj,

Úrsula

J. disse...

Hemorragia de poesia! Coisa linda! Tá tudo diferente por aqui... Gostei!

Beijos.

Adriana Godoy disse...

Intenso. Beijo.

Ianê Mello disse...

Muito bonito!

Parabéns.

Bjs

Assis Freitas disse...

De se fartar com os olhos, quedem-se os nós. abraço

J.F. de Souza disse...

verborragia!

lindo!

=*

Lou Vilela disse...

Valeu, pessoal! Tá difícil agradecer individualmente, mas leio a todos com muita atenção. Na medida do possível, vou sinalizando o quanto a presença de vocês me faz feliz.

Beijos

BAR DO BARDO disse...

os
voca
bulizam-s e em ti