quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Caput

.



Percebes algo desconexo?

Beijo, amplexo... podem esperar
- palavra não!

Na urgência, refaz-se caminhos
cancioneiros d’alma,

desdobrados
- alheios borbotões...,

tudo o que silencia
à guisa de interpelações.

Percebes algo desconexo?
O pensamento à procura da forma...


Lou Vilela

 


* Tem novidade no "Ritmos e rimas".

.

10 comentários:

Assis Freitas disse...

adorei-o, o caput, me fez sentir urgências. abraço.

Lice Soares disse...

Belo, simplesmente belo.
Parabéns.

Ianê Mello disse...

Olá, Lou!

Estranho, tinha a sensação de já te seguir antes. Você mudou o endereço do blog?

Bem de qualquer forma, estou por aqui te seguindo.

Agradeço à adesão.

Grande beijo.

Lou Vilela disse...

Lice, agradeço o gentil comentário!

Um abraço, minha cara.

Lou Vilela disse...

Olá Ianê!

Respondendo o teu questionamento: não mudei o endereço do blog, apenas, o laiaute.

Beijos, querida!

Mai disse...

Imaginei depois que tudo se abrir - e desabrocharem-se as urgências. Caput de quereres. Abraços, Lou

Mirse Maria disse...

O pensamento à procura da forma por ausência de palavra!

Lindo, Lou!

Beijos

Mirse

Adriana Godoy disse...

Belo, belo e belo. beijo.

Wania disse...

Lou
O pensamento sempre acha uma maneira de expressar-se...e rápido!

Bonita poesia,
Bjs

BAR DO BARDO disse...

A conexão cai, mas volta.