domingo, 30 de maio de 2010

Réquiem

.

Para Letícia, in memoriam.

Algo em mim

(de)compõe...
varro poeira de outrora.

Reemposso grilhões

afundados,
pavilhão da memória.

Novos sujeitos

velhos quinhões:
malabares,
saliva, retina
e ela...
, assaz sina.

Lou Vilela

.

15 comentários:

Nydia Bonetti disse...

há tantos vãos na memória - sempre tão difícil remover poeiras antigas... as novas também são teimosas. beijo, lou.

Francy´s Oliva disse...

Belo poema, principalmente a parte..."Algo em mim (de)compõe...varro poeira de outrora..."
Pena que não consigo varrer as poeiras de outrora. Bjs
Um ótimo dia

nina rizzi disse...

tantas assaz sinas...
que beleza, lou.

um beijo.

Juan Moravagine Carneiro disse...

Bela dança em versos...

abraço!

Jorge Pimenta disse...

é impossível não sentir que, num ou noutro momento, este poema foi escrito a pensar em cada um de nós. visto cada palavra e calço cada som como peças do meu próprio vestuário...
um beijinho, lou!

Lara Amaral disse...

Imaginei a vassoura, um varrer lento, mais espalha que recolhe.

Lindo, Lou, demais!

Úrsula Avner disse...

Oi Lou, estamos sempre ás voltas com o velho, tentando remover poeiras de outrora... Talvez para viver melhor o hoje. Belo poema ! Bj.

Úrsula

Wania disse...

Lou!

Ahhhh... estas sinas!


Adorei teu poema.
Lindo!

Bjs

Lucão disse...

Lou,
versos lindos.
você é ótima!

(pois é, não sei o que acontece com o meu blog, pois muitas pessoas já reclamaram que nao atualiza msm e eu nao tenho ideia do que seja :/ )

Assis Freitas disse...

paira sobre nós o outrora e as suas poeiras. cheiro

Léo Santos disse...

Como teu verso... Também varro poeira de outrora, permanentemente, pois, até o próprio futuro prevejo empoeirado!

Um abraço!

Adriana Godoy disse...

Remover poeiras e comor um lindo poema como esse. essa é a vida. beijo

jefhcardoso disse...

Parabéns pelo poema.
Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

Adriana Karnal disse...

compor-se de memória, ô sina.
Belo , Lou.

Ives disse...

Olá, adorei o seu blog, se me der a honra de segui-la agradeço! abraços