quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Poema sem título

.

CHAGALL, MARC (Russian, 1887-1985) -  'The Village by Night'





Se um dia tropeçarem
em teus passos
[um ir mais além,
rasgar o imediato]
já terá valido
a pena.

Lou Vilela


.

10 comentários:

Hercília Fernandes disse...

...

então,

os pés tornar-se-iam ninhos
(des)caminhos poéticos

Lindo, Lou.
Belíssimo miúdo!

Beijo,
H.F.

Hanukká disse...

Com certeza vale!

Interessante,vim falar da minha primavera, deixo umas flores, bjos.

O deserto e o lugar solitário se alegrarão disto; e o ermo exultará e florescerá como a rosa.
Isaías 35:1

Sacudirá as suas uvas verdes, como as da vide, e deixará cair a sua flor como a oliveira,
Jó 15:33


Os teus renovos são um pomar de romãs, com frutos excelentes, o cipreste com o nardo.
Cânticos 4:13

Eder Asa disse...

Valer a pena é bem melhor que valer apenas,
Talvez a filosofia que caiu no clichismo esteja deveras certa e tudo vale a pena se a alma não é pequena.

Fantástico, Lou.
Ósculos verdes escuros!

Assis Freitas disse...

do imediato, o salto e o além


cheiro

Lídia Borges disse...

"um ir mais além, rasgar o imediato"
Vale tanto a pena caminhar.

L.B.

Adriana Godoy disse...

Lou, pude ler hoje os poemas que não conhecia. Muito bons e expressivos, intensos e marcantes. Parabéns por seu trabalho. Esse último arrasou. beijo

Domingos Barroso disse...

Lou, a profundidade do poema
exerce mais que reflexão:
é magia.

Carinhoso beijo.

Theresa Russo disse...

"Na primavera ando,busco e planto..Gosta em mim o gosto da flor...E, caminhando te econtro num jardim de pensamentos entremeando os meus..."
Saudades Lou....que saudades..

Marcelo Novaes disse...

Lou,



Alguns esbarrões bem dados já justificam a vida. Às vezes.







Um beijo.

Olívia Comparato disse...

Adorei conhecer os seus poemas, seus temas, suas imagens.
Abs