domingo, 21 de novembro de 2010

"Eu te proponho"...

.
participar deste exercício criativo: construa um poema, uma frase, um miniconto... a partir da imagem abaixo.
.

.

20 comentários:

Assis Freitas disse...

jazia a pedra

em inútil esforço
o verso alavanca
o laço desses nós



cheiro

carmen silvia presotto disse...

Pedra coração
nuvens turbulentas de chegada

abaixo,
a Terra

acima,
o futuro

e na corda
o tramar humano
:
uma força insuperável.

Um beijo Lou, e feito Sísifos não desistimos, seguimos rolando os dias a mais Poesia!!!

Valquíria Oliveira Calado disse...

Era um coração de pedra, onde o amor tinha dificuldade de penetrar
Onde muito esforço fazia e nada acontecia
Lágrimas o molharam, e do coração imperturbável, nasce flores douradas que iluminou ...


Beijinhos Lou, boa semana.

carmen silvia presotto disse...

Lou, coloquei lá no Vidráguas, e direciono para cá... valeu o exercício e que venham mais poemas.

Beijos.

Danny Baioco disse...

Olá, tudo bom?
Achei seu blog muito interessante.
Comecei um blog tbm, se puder e não for pedir muito, de uma passadinha no meu?

http://cabecafeminina.blogspot.com/

Muuito obrigada e parabéns pelo blog!!!!

Francy´s Oliva disse...

kkkkkkk...
Não saiu nada. Bom dia para ti.

Lou Vilela disse...

Tantos e tão belos versos... ;) Estou adorando a presença de todos, obrigada!

Vou deixar a minha colaboração aqui, "pertinho" de vocês. Penso que assim, não interferirá na interpretação da imagem. rsrs

Beijos

Havia uma pedra
(Lou Vilela)

continuo assim
[independente
apesar de]
tropeços vários
em ti.

Lou Vilela disse...

Danny Baioco,

Bem-vinda ao Nudez Poética!

Assim que possível, irei conhecer seu espaço. Desde já, boa sorte!

Abraços,
Lou

Lou Vilela disse...

Francy's,

Já valeu pela presença! :)

Beijos

Lou Vilela disse...

Carmen,

Muito gentil de sua parte! ;)

Beijos

Lou Vilela disse...

Cheiro 'procê' também, Assis!

Lou Vilela disse...

Valquíria,

Que os corações permaneçam iluminados! ;)

Beijos

Lou Vilela disse...

Vi um poema no site da Tribo que me fez lembrar dessa imagem. Deu vontade de compartilhar com vocês:

Oferenda

este coração torto
enraizado até o caroço
no magma do instante
é a única asa que tenho

Wilson Guanaes

Adriana Godoy disse...

Te dei o meu coração
mas você não está aguentando o peso
quem sabe se dividi-lo
você o suporta?

Luiz Neves de Castro disse...

Laçar coração:
tarefa sísifa,
inacabada
Se temos como certa a conquista
de repente, rompe-se a corda
retorna-se ao nada...

Graça Pires disse...

Sou Sísifo teimando num amor proibido...
Beijos.

Lua Nova disse...

Interminável e hercúlea tarefa, esperança sempre derrocada: arrastar entre o céu e a terra, um enorme coração... de pedra!

Um delicioso desafio.
Beijokas.

Francisco Coimbra disse...

DE SÍSIFO... AMOR

arrastaria o coração como uma pedra
se ele não vivesse a bater
enchendo meu peito
de doce amor
Poesia
?
talvez
misturar o sonho com a realidade!...

frô disse...

Entre as veias eretas, tenta-se.
A força intrínceca se sobrepõe às amarras.
O peito foge, se esvai, morre-se.

Lara Amaral disse...

Órgão assimétrico
tende a ser limado
petrificado, ainda assim
escorrega ladeira abaixo.