quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Poema para encontros

.
´
 



E assim acentua-se
Cada passo:
Uns largos, outros lassos...
Nós
Enlaçados
Noutro espaço:
Gigantes!

Lou Vilela




* À querida poetisa Elza Fraga. O poema surgiu de uma conversa nossa no facebook.
.

25 comentários:

Fátima Queiroz disse...

lou

a elzona merece! gosto demais dela!
só que virei freguesa do teu blog, né? fico com vergonha XuXu... rsrs
dadonde tu conseguiu a velicee do fractal???

pésse: pareciamos 3 marocas no face... mais tava bom demais...!

bjs e obrigada XuXu... a elzona vai gostar da poesia... linhás quem não gosta?

xau e inté mais...

Elza Fraga disse...

Amei o poema, Lou.
Você é dez, não, você é mil!!!
De um bate papo girante, rs, você fez a alquimia, transformou conversa em ouro/poema.
E que este outro espaço, gigante como nós, guerreiras destemidas,
tenha menos calor,rs.
Porque de lá só o que sei é que não precisa de passos, nem largos, nem lassos, só asas invisiveis aos olhos mortais.
Bela a sua poesia, garota esperta
e certeira nas nuances.
Trama e tece a teia, ainda colore,
e tudo isso sucinta, econômica em palavras que só. Receita perfeita
de poesia de qualidade.
Bitokitas, querida amiga, por
poder ler e reler você.

Elza Fraga disse...

E não posso deixar de voltar pra elogiar o belo trabalho da Fa,
essa pentelhinha vai longe!!!!
É só ela querer, se dar valor e se levar a sério; porque o talento já está aí, visível!

luiz gustavo disse...

passo a passo
entre as gaivotas
vou caminhando...

luiz gustavo disse...

após o aguaceiro
sobre a calçada
poças de luar...

luiz gustavo disse...

"...no cio do céu
flor orgias garoas
fogaréus alegorias..."

MOISÉS POETA disse...

Duas joias : a amizade e o poema .

um beijo,lou!

Daniela Delias disse...

Lou, esses poeminhas são largos, gigantes que só eles. Adorei! Um beijão!

Marcantonio disse...

Sensibilidade para dar o devido valor aos encontros e às afinidades. É um poema-abraço.

E, por falar nisso, um abraço para as três.

Em tempo: a imagem é muito legal, dá pra imaginar muita coisa nesse mar de fractais, sinapses de neurônios, constelações...

Lou Vilela disse...

Fá,

Você é querida - e bem-vinda -, com ou sem comentário. Rsrs

Se a memória não me falha, encontrei o fractal via face. Como sinalizou o Marco, a imagem possibilita um amplo espectro de interpretações e me forneceu as nuances que precisava para ilustrar o poema.

Beijos, fulô!

Lou Vilela disse...

Elza,

Alegra-me que tenha gostado do poema! Não foi tarefa fácil tentar traduzir em palavras - econômicas palavras - a dimensão de nossa conversa. rsrs

Quanto à Fátima, sua arte é digna de apreciação e reconhecimento.

Beijos e carinho

Lou Vilela disse...

Luiz Gustavo,

Sê bem-vindo!

Abraços

Lou Vilela disse...

Dani,

Esse é o desafio dos "miúdos". ;)

Beijos procê também!

Lou Vilela disse...

Marco,

As tuas leituras reverberam sensibilidade.

Obrigada por vir!

Um beijo

Assis Freitas disse...

eu gosto de colher ramos de conversas e fazer laços,


cheiro

Lou Vilela disse...

Assis,

Gosto dos teus laços.

Cheiro

Fanzine Episódio Cultural disse...

COMO PARTICIPAR NAS EDIÇÕES DO EPISÓDIO CULTURAL?
O Fanzine Episódio Cultural é uma publicação bimestral sem fins lucrativos, distribuído na região sul de Minas Gerais, São Paulo (capital), Belo Horizonte e Salvador-BA. Para participar basta mandar um artigo: poema, um conto, matérias (esporte, arte, sociedade, curiosidades, artesanato, artes plásticas, artes cênicas, biografias, etc.) em Times Roman 12. Pode mandar também artigos que abordem: cinema, teatro, esporte, moda, saúde, comportamento, curiosidades, folclore, turismo, biografias, sinopses de livros, dicasde sites, institutos culturais, entre outros.
Mande em anexo uma foto pessoal para que seja publicada juntamente com a sua matéria.. Mande também (se desejar) uma imagem correspondente ao assunto abordado. Caso o artigo não seja de sua autoria, favor informar a fonte.
PARA ENTRAR COM CARLOS (Editor)
Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=1464676950&ref=profile
machadocultural@gmail.com

Lara Amaral disse...

Merecida homenagem, Elza é uma querida.

Beijos nas duas!

Lou Vilela disse...

Larinha,

Já faz um bom tempo que tenho contato com essa figurinha rara. Sim, ela é bastante querida! ;)

Beijos, fulô!

carmen silvia presotto disse...

Sempre bom estar aqui Lou, que bela homenagem, que laço poético!!!

Beijos e bom final de semana.

Carmen.

Lou Vilela disse...

É um prazer enorme recebê-la, Carmen! Seguimos em laços.

Beijos

O Profeta disse...

Ao meu silêncio chegou um riso
O meu desejo mora no limite da razão
Roubando os segredos do corpo
Lembro as tuas mãos como uma torrente de emoção

Lembro que enchi o vazio da tua alma
Enjauladas as asas morrem de dor
A beleza é um momento eterno
É o espelho de água onde se contempla o amor


Doce beijo

Eder Asa disse...

Poemas que nascem de dialogos são os melhores!
Beijo, Lou!

Mirze Souza disse...

Parabéns, Lou!

O fractal da Fátima e a poesia para Elza virou uma jóia.

Beijos

Mirze

dade amorim disse...

Imagem e poema dialogam, mas na verdade a conversa é a três...
Bonita homenagem, Lou.
Beijo.