quinta-feira, 3 de março de 2011

Do falo à fala

.
.........................
........................................................
Tela de Vicente do Rego Monteiro


Meio loucas, meio santas
Rimam alternância
                            Lua
                                Sol

Meio putas, meio mantras
Freud em si
                    Menor
                             Bemol

Da penumbra à(o) Alvorada
Fiam rapadura
        Dão a cara à tapa
                  Parem rouxinol


Lou Vilela


* Minha homenagem às mulheres - hoje e sempre!
** Desejo a todos um excelente "feriado de carnaval"!

.

12 comentários:

Fouad Talal disse...

você fala das mulheres como ninguém lou. sabe bem onde pisa e conhece os meandros dos caminhos femininos.

viva as mulheres e a sua poesia!
beijo!

Lara Amaral disse...

Lindo poema, Lou! Vc percorre muito bem os meandros do universo feminino.

Beijo.

Eduarda disse...

Lou,

Nem todas têm a capacidade de falar assim das mulheres.

Parabéns1

bj

Lou Vilela disse...

Amigos,

Fiz um pequeno ajuste no primeiro verso da última estrofe. Havia esquecido uma letra na digitação.

Beijos e obrigada pela presença,
Lou

Francy´s Oliva disse...

Você tem uma sutileza e uma intensidade quando fala das mulheres.
Bjs.

Valquiria Calado disse...

MÊS DA MULHER, TE VISITO DEIXANDO ...
..........{\......._____.....,
.........{*.\.....(*~*~*).../}
........{.~.*\....////^^\../~}UM ANJINHO
........{*....\..(((/.6.6./.*}PARA TE
........{..*.~.\.)))c..=.)*..}PROTEGER..
.........{*...*.////'_/~`.~.}
..........{~.*.((((.`.`\.*}'
...........`{.~.)))`\.\))_.-:<*>
..............`{.(()..`\_.-'`.`:'
................`)/.`..| MUITOS BEIJOS
.................(....\' \
..................\....\.\ FELICIDADES
............_ .__\...| /
............|` `'...``Y; E AMOR
............|./``-../../
............`'......|./ SEJA SEMPRE PRESENTE
.................../.`-.
...................`---- NO TEU CAMINHAR.
VISITE O VALVESTA ESSES DIAS ATÉ O DIA DA MULHER, TERÁ SEMPRE UM CARINHO E UM FLOR PRA TEU CORAÇÃO.

Jorge Pimenta disse...

quem senão as mulheres para falarem das mulheres. os homens, que tanto efabulam, limitem-se a venerá-las com palavras que mentem a verdade.
daqui ergo a minha taça a todo o tecido feminino a que nós, homens, nos enredamos com o mais poético dos prazeres.
um beijo, querida lou!

Assis Freitas disse...

floração de falas para não se calarem rouxinóis, imensa criação


cheiro

Sam disse...

Nesses extremos,
vertentes de mim
verte água de cheiro, água de flor
que me fala da dor, das cores dos passos
da mulher,
mais que mãe desses versos todos, dessa vida longa e rasteira.

Abraços, flores e estrelas...

Eder Asa disse...

AH! Só você mesmo, Lou!

Beijo grande!

carmen silvia presotto disse...

Lou, um beijo carinhoso, obrigada pela poesia ao dia da mullher, um ótimo Carnaval e te desejo uma ótima cirurgia... volta logo.

Carmen.

www.artbreak.com/adilsonpinto disse...

Belo espaço Lou ... lindo e único, assim como você.
Feliz dia das mulheres ... muita paz, saúde e amor.