quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Capela em tarde ser



Cantavam as vozes
Marulho dos ventos
Van Gogh de pontes
Sobre girassóis

Capitulavam o tempo
Fadado em buscas
Contidas em versos
Quiçá rouxinóis

Lou Vilela

* Desconheço a autoria da imagem.
.

13 comentários:

Dario B. disse...

Porque assim estava escrito que devia ser. Um beijo, Lou.

Talita Prates disse...

'"Van Gogh" de pontes'... que imagem mais lindo, Lou!

Um beijo querido e doce,

Talita.

BAR DO BARDO disse...

Um ritmo bem demarcado.
Muito bom!
Parabéns, Lou!

Assis Freitas disse...

entardecer com girassóis e van gogh, canto a capela quiçá


cheiro

MIRZE disse...

Lindo, Lou!

Saudades e beijos

Mirze

Leonardo B. disse...

[essa palavra em voo,

pleno céu,
chão de pássaro]

um imenso abraço, Lou

Leonardo B.

Samara Bassi disse...

ando encontrando tantos pássaros,
e tantos versos
que toda tarde me aquece os sentidos em sol,
uma brisa revoante de vento
por baixo das asas.

Lindo, Lou.

Meu beijo,
Sam.

Pedra do Sertão disse...

Lou...

Tão pouco, mas com tanto impacto!

Abraço do Pedra do Sertão

Samara Bassi disse...

Venho deixar um abraço imenso e retribuir o carinho, seja por tantos anos, ou por alguns dias. Mas principalmente, pela troca e bonitezas que surgem e dos amigos que conquistamos e que no fundo, no fundo, não são tão virtuais assim...

Tem um presente pra você aqui: http://samarabassi.blogspot.com/2012/03/vasto-coracao.html

Espero que se sinta num abraço e que goste.
Deixo o meu carinho,
Sam.

carmen silvia presotto disse...

Não interessa o pássaro, em teus versos a Poesia sempre é ave e pouso a quem aqui chega, beijos Lou.

Carinho e desejo de boa semana.

Carmen.

Elisa T. Campos disse...

Lou

Lindo

Seu rouxinol
até Van Gogh despertou
sobre girassol

bjs

Lídia Borges disse...

Pleno de musicalidade e de beleza imagética.

L.B.

Daniela Delias disse...

Belíssimo :)
bjinhos!