sábado, 21 de abril de 2012

Voz

Ao grupo de poesia Vozes Femininas,
porque em pequenas homenagens podemos traduzir também uma grande admiração. 

Grupo "Vozes Femininas" - foto Clarissa Dutra


quero os versos na boca
a sinuosidade da língua
a atitude, o entalhe
uma história sem fim

quero o verbo, a sina
sem siso, sem lacre
o estopim, o asfalto
sob lâmina d'água

quero
do princípio ao lume
a poesia
perplexa
resoluta
o expurgo

Lou Vilela

* Para saber mais sobre o trabalho desse grupo, é só clicar aqui.

.

5 comentários:

Daniela Delias disse...

Beleza, beleza pura...
Bjo!

Assis Freitas disse...

sílabas voláteis,


cheiro

Cris de Souza disse...

Vozerão!

Serra disse...

Interessante

Rosangela Ataide disse...

A poesia é linda! E o espaço é incrível, adorei. Sabe que acho que a Cida Pedrosa pode ser parente distante de meu esposo. Minha sogra, tinha o sobrenome de Pedrosa e tbm era de Recife. Bjs poéticos Lou!