terça-feira, 12 de junho de 2018

Antropofágica


capacidade de comer
na carne 
poesia inteira
e, pasmem
gozar
sobrevivente
na cara desta sociedade hipócrita


Lou Vilela

Um comentário:

Marcelino disse...

Antropofagia lírica. Pode, num primeiro momento, parecer dissonante o canibalismo poético. Mas a harmonia da poesia está longe do grosseiramente usual, do mecanicamente aceitável.