quinta-feira, 7 de abril de 2011

Massa atônita

.
Simulação do comportamento dos buracos negros, estrelas 
e nuvens de gás após o Big Bang. Imagem copiada daqui.


Eram os ossos malabares
De vidas sem ensaio
De corpos sem refrão.

Eram poços os olhares
Atômicos.

Lou Vilela
.

10 comentários:

BAR DO BARDO disse...

desatino total

Marcantonio disse...

Massa atônita deveria se referir ao peso da alma.

Incrível imagem a dos "ossos malabares"!

Abraço.

Fouad Talal disse...

era o "buraco" dos olhos...rs

bjo lou!
(tá bonitona na foto do perfil)

Assis Freitas disse...

átomos a se procurar,

cheiro

Sam disse...

Me deixastes sem ação, só a comtemplar.

Meu beijo, Lou.

Lara Amaral disse...

Arrebatou, Lou! Disse tudo!

Beijo.

Jorge Pimenta disse...

ground zero!
beijinho, lou!

O que Cintila em Mim disse...

Atômica fiquei eu quando te li.

Atômica e atônita, rsss.

Eder Asa disse...

São ato(mo)s seus...

"corpos sem refrão" é algo que se repete!

MJFortuna disse...

Definitivamente intrigante e belo!

Um abraço

Maria J Fortuna