quinta-feira, 11 de junho de 2009

Linha mestra

.
Cabeça de Mulher (La Scapigliata)

Leonardo da Vinci

Galleria Nazionale, Parma





quando aprenderes a enxergar

despirei máscaras e mudas

irei ao teu encontro



quando aprenderes a enxergar

descobrirás a linha mestra

[move-me sentidos]

arrancarás sussurros, gemidos

além mar



espero não seja tarde

enxergarás todo o esplendor

fêmea plena, açoite

mais que isso!



a_pena(s)

quando aprenderes a enxergar



Lou Vilela

11/06/09



15 comentários:

Ígor Andrade disse...

Devemos aprender a enxergar "com os olhos mesmo"... ainda somos cegos...

Leonardo da Vinci estava à frente de seu tempo!

Abração, Lou!

Úrsula Avner disse...

Lou, seus poemas sempre me encantam ! Bjs com carinho.

Mirse disse...

Lou... extrapolas em poesia e arte.

Poema de grande beleza, no lirismo, na perfeição semântica, enfim, como tudo o que faz e eu, apeciadora assídua não me canso.!

APLAUSOS!

Beijos

Mirse

BAR DO BARDO disse...

o amante está na condicional...
tomara que seja liberto!

Marisete Zanon disse...

TÓ com o Bardo...rss...
esmaques pra ti guria!

Marisete Zanon

Adriana disse...

Lou,
Muito sensível e sensual ao mesmo tempo.Gosto muito d seu poetar.

Lou disse...

Bem observado, Ígor!

Abração procê também!

Lou disse...

Úrsula, seu sensível olhar enternece.

Beijos

Lou disse...

Mirse, seus comentários me deixam lisonjeada. Nem sei se os mereço. :) Obrigada minha cara, por me acompanhar tão próxima.

Beijos

Lou disse...

Henrique e Marisete,

Com certeza o bom amante consegue tirar isso de letra. rsrs

Abraços, meus caros!

Lou disse...

Adriana,

Também tenho lido os seus escritos. São encantadores!

Bjkas

Graça Pires disse...

Um poema cheio de sensibilidade e lirismo.
Um beijo Lou.

Lou Vilela disse...

Agradeço pelo comentário e pela presença, Graça!

Um abraço!

Marcelo Novaes disse...

Lou,




Que haja tempo, então.




Beijos,







Marcelo.

Lou Vilela disse...

Marcelo,

Que assim seja...;)

Bjs