segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Além da margem

.



Os poetas que me habitam
ao mesmo tempo me corroem
pela incapacidade de dizer.

Sou! e isso é bem mais
do que cabe em linhas.


Lou Vilela


.

17 comentários:

BAR DO BARDO disse...

Palavra é sempre excesso - de poeta para poeta.

Cosmunicando disse...

bravo, Lou!
muito além da margem, trans borda o universo que existe em cada um :)
beijos e saudades!

Talita Prates disse...

És!

Bjo,
Lou. :)

jamesp. disse...

Perfeito Lou-esse poema mostra bem a poeta que maneja a palavra e compõe o significado preciso.Parabéns.Um abraço.

Úrsula Avner disse...

belo Lou ! Bj.

Adriana Godoy disse...

Alguém duvida? É e pronto. Beijo.

Adriana Karnal disse...

Nossa Lou, ser ou não ser...não é mais uma questão....adoro pessoas decididas.gostei demais

Kanauã Kaluanã disse...

É assim, [in]contida, que a poesia transborda...

Maravilhoso, Lou.

Beijos.

Katyuscia.

Fred Matos disse...

Perfeito, Lou.
Somos sempre muito mais que o verbalizado, mesmo quando, como você, o domínio do dizer é notável.
Parabéns!
Beijos

Graça Pires disse...

Além da margem é a qualidade da sua poesia.
Beijos.

Casa disse...

os poetas que te habitam escrevem belos poemas.

Nydia Bonetti disse...

ninguém sabe de nós
- ninguém

pensei que a poesia
nos revelasse

mas não
- a poesia é bruma

cortina etérea
que nos obscurece

nossas verdades
- pedras

incrustadas
do lado de dentro

Lindíssimo teu poema, Lou! Beijos.

Moacy Cirne disse...

Akém de tudo,
a poesia.
Aqui e agora.

Um abraço.

Grupo Cero VersoB disse...

Os poetas que me habitam!!!

ótimo, isso!

deixemos que os poetas que nos habitem ... ESCREVAM...

POETEM...

POETAR... é mais que viajar...
é estar nas palavras
e se deslocar
de palavra em palavra
de personalidade em personalidade!!!

um abraço,

Gisele Freire disse...

Oi Lú
Gostei muito daqui, tuas palavras são lindas!
bj
Gi

Kanauã Kaluanã disse...

Lou, hoje vim ousar deixar-te algo de uma amiga-irmã portuguesa...

http://www.youtube.com/watch?v=p0O2DEU9QL0&feature=player_embedded

(Ana/C Sob_Versiva)

Um abraço a ti.

Katyuscia.

Lou Vilela disse...

Meus queridos,

É sempre um prazer recebê-los!

Beijos