quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Dos limites

.
Meus limites me são tão estranhos...
Quando penso que os alcancei
tornam-se elásticos e surpreendem
transformando-me em outro


Lou Vilela

.

5 comentários:

Marcelo Novaes disse...

Paredes intangíveis.






Beijos, Lou. Concisão é contigo mesmo.






Marcelo.

Pavitra disse...


lou, demais esse aqui!

lembrei do galeano falando da utopia...

ótimo!

beijos

UIFPW08 disse...

linda

Lou disse...

Marcelo e Pav, grata pelo carinho! Bjs.

Lou disse...

UIFPW08, obrigada pela visita! Abçs