domingo, 19 de setembro de 2010

Incondicional

.
.




Encontrar-te é prazer
imbricado à dor.

Houvesse possibilidade,
arrancaria teu grito

- iria enfiá-lo
em minha boca,
acostumada que sou
com sons
entredentes;

libertaria teu canto
de passarinho.

E, passaria.


Lou Vilela


 

.

11 comentários:

Domingos Barroso disse...

Lou, este poema
é um oráculo
de afeto.

Carinhoso beijo.

Ira Buscacio disse...

Lou,

Passar pelo tempo,
como passarinho.
Beber as águas.
Voar...
Sborevivendo.

Bjs e boa semana

Lara Amaral disse...

Deu vontade de arrancar um grito, implantar uma dor que arde e assopra.

beijo.

Eder Asa disse...

Deu vontade...
Isso basta.

Lindo, Lou, apesar de doído.

Beijo!

Francy´s Oliva disse...

Intenso seu poema. "Houvesse possibilidade arrancaria teu grito" algo tão intenso que fico difícil de suportar.
Beijos

dade amorim disse...

Dor e amor são muito mais que rimas.

Beijo, Lou.

Graça Pires disse...

Belo e sugestivo poema...
Um beijo, Lou.

Vanessa Souza Moraes disse...

Meu blog mudou de endereço, o novo é:
http://vemcaluisa.blogspot.com/
:)

Josiel Dias disse...

Olá meus amigos Graça e Paz.

Parabéns, pelo blog muito interessante. Como sempre digo: Aprendendo uns com os outros crescemos em conhecimento.
Gostaríamos de compartilharo nosso Blog; Mensagem Edificante para Alma
Se desejares conhecer o nosso blog, será um prazer
tê-lo como visitante e se desejares nos seguir, ficaremos felizes.

"Mensagem Edificante para Alma"
http://josiel-dias.blogspot.com/

Aprendendo uns com os outros crescemos em graça
e conhecimento.

Josiel Dias
Congregacional
Rio de Janeiro

Sônia Brandão disse...

Da dor também se tira beleza.
Seu poema mostra isso.

bjs

Marcelino disse...

Passaria como Quintana e ficaria pássara como em João Cabral de Melo Neto.