quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Eu falo das flores...

.

viveram 60
: subterrâneos
de si.

vivemos quarenta
on the road? *



Lou Vilela
.




 * Alusão ao livro de Jack Kerouac.


.

6 comentários:

Mai disse...

Kerouac, on the road e a rebeldia que falou das flores à uma geração inteira.
Saudades de tempos onde coragem e ação eram palavras de ordem.

Abraços.

Marcelo Novaes disse...

Lou,



Kerouac é predecessor: gérmen de nossa geração. A Estrada de hoje parece mais diluída, por saturação. Globalização também é balbúrdia e indiscriminação de vias e acostamentos.



Mas o ofício de falar sobre/ ou colher flores se dá: aqui, ou lá. Agora, ou antes.



Beijos,








Marcelo.

Adriana Godoy disse...

Kerouac bem visto aqui nessas pequenas linhas. preciso e belo. Bj

Lou Vilela disse...

Mai,

Algumas as e/in voluções ao longo dos anos...

Abraços

Lou Vilela disse...

Marcelo,

O ofício engrandece.

Abraços, caríssimo poeta!

Lou Vilela disse...

Dri Godoy,

Valeu!

Beijos