sábado, 13 de dezembro de 2008

Poemas nus

.
teu sorriso endossa
minha rubrica
em poemas nus
quais não te esqueci

há momentos preferiria uma carranca:
economizaria letras e saudade

Lou Vilela
.

8 comentários:

Pavitra disse...


adorei a nudez poética desse...

preferir uma carranca... muito bom!

Cosmunicando disse...

lindo que só.

Lou disse...

Obrigada, Pad! Bjs

J.R. Lima disse...

Lindo, isto.

Economizaria saudades, letras e poesia, também?

Lou disse...

Economizaria saudade e letras, mas a poesia - mesmo que não manifesta - estaria latente. Abçs

Lídia Chaves disse...

Quem me dera poder economizar saudade com minhas carrancas!

fátima queiroz disse...

Lindo, menelna
Beijos

Lou disse...

Pois é, Lídia... aí está algo que não conseguimos economizar. :)

---------

Fatinha, bom "revê-la" menina!:) Estava com saudades...