terça-feira, 25 de agosto de 2009

Poetrix

.

Escritos em diferentes datas.



Espelho baço


Imagem distorcida?

Marcas de risos e choros,

histórias de vida.



Porvir


Gente a velar

lembranças a pairar

destino incerto.



Viagem*


As noites se seguem...

desde a partida,

cicatrizam as feridas.



Dama de negro*


Soberana

sem argumentos

leva-nos um pedaço



A lágrima


percorre o rosto...

Cadê a criança?

O tempo matou!



Cultivo


Futuro promissor

à espreita:

terra sulcada para nova colheita.



Dor


Efêmera,

leva consigo queixumes:

deixa sua marca!



Momento hedonista:


sussurro da chuva

carinho das cobertas

sedução das letras



Mente


insubordinada

dissipa-se

da razão




Lou Vilela





Para José Vilela “in memoriam” *


.

12 comentários:

BAR DO BARDO disse...

belo mix
por uma interjeição
vixe!

Elizabete Mattos disse...

Momentos de saudades que me emocionaram.Gostei muito.

james penido disse...

Uma homenagem comovida através das palavras certas e tão cheias do significado que você,mais que todos,conhece.Lindo,lindo.Parabéns.

Adriana Karnal disse...

Lou,
Arrasas no poetrix...

sidnei olívio disse...

Belo blog, belos poetrix. Parabéns.

Úrsula Avner disse...

Amo poetrix e haikais Lou e estes seus poetrix estão lindos. Bj.

Lou Vilela disse...

Gostei do "vixe", Pimenta! ;)

Lou Vilela disse...

Elizabete Mattos,

Fico feliz que tenha gostado!

Obrigada pela visita! Bem vinda ao Nudez poética!

Abraços

Lou Vilela disse...

James,

Seu carinho me emociona sempre! ;)

Abraços

Lou Vilela disse...

Ei, Dri Karnal, assim você aumenta a minha responsabilidade. rsrs

Obrigada, querida!

Bjs

Lou Vilela disse...

Sidnei,

Eu que agradeço pela visita e comentário. Estive em seu blog e gostei bastante de seu trabalho!

Bem vindo, meu caro!

Abraços,
Lou

Lou Vilela disse...

Também gosto bastante de poetrix, Úrsula! ;) Esses são antigos... alguns, de 2007.

Bjs